9 dicas da Gastronomia Sustentável

9 dicas da Gastronomia Sustentável

9 dicas da Gastronomia Sustentável

A experiência de alimentar o corpo e a alma nas refeições em volta da mesa com a família e amigos está se perdendo para uma alimentação estéril, ultra rápida, empacotada saindo diretamente do micro-ondas para a frente da televisão.
A gastronomia sustentável busca equilibrar práticas culinárias viáveis para uma alimentação saudável e de qualidade, voltados à segurança alimentar e nutricional, à saúde e ao consumo responsável, com impacto direto na conservação da natureza.

E por isto preparamos as 9 dicas da gastronomia sustentável:

1. Resgate dos 5 sentidos na alimentação
Redescobrir o papel dos cinco sentidos – visão, audição, tato, olfato e paladar, que armazenam enorme quantidade de memórias afetivas, usados em plenitude trazem benefícios para a saúde, pois a pressa é a inimiga das refeições.

2. Utilização de ingredientes orgânicos
Horta sem a utilização de insumos químicos e pesticidas, o que evita a contaminação do solo e dos recursos hídricos, além de trazerem benefícios à saúde.

3. Utilização de produtos regionais
A utilização de produtos regionais e sazonais  diminuem a emissão de gás carbônico (CO2) proveniente do transporte, o consumo de energia para refrigeração e dos  insumos químicos e embalagens utilizados para aumentar a durabilidade do produto.

4. Promoção da segurança alimentar e nutricional
Respeitando as boas praticas de manipulação com aplicação do Analise de Pontos Críticos de Controle garantindo um alimento saudável a nível sanitário e nutricional.

5. Aproveitamento integral dos alimentos (cascas, talos, folhas e sementes)
A utilização integral dos alimentos incluindo cascas, talos, folhas e sementes traz  importante contribuição para o meio ambiente, diminuindo a geração de resíduos e a necessidade de sua produção , além de tornar a alimentação mais saudável.

6. Arquitetura do futuro
Nossa cozinha tem conforto ambiental com amplas janelas e telas proporcionando  iluminação e ventilação naturais.
Praticamos o uso consciente de água e energia.

7. Gestão de resíduos
Destino do resíduo orgânico para compostagem, resíduo inorgânico para coleta seletiva e reutilização do óleo de cozinha, minimizando o volume destinado aos aterros.

8. Diminuição de Aditivos químicos na alimentação
Minimizamos o consumo de produtos industrializados  priorizando o consumo de alimentos primários.

9. Plantio de árvores
Medida adotada para diminuir a pegada ecológica do empreendimento.

Leave a Reply